terça-feira, 19 de março de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (10)

Tudo ficou explícito ontem, 18 de Março, e não foi o sexo, mas algo tão importante quanto: o que vem pela frente em termos de política e de economia para o Brasil nos próximos anos. Para entender basta se dar ao trabalho de ver os discursos de Paulo Guedes, Ernesto Araujo e do presidente em Washington. Com enorme clareza, e até uma grande coerência entre si, os três afirmaram que o Brasil deposita a sua esperança no aval que os Estados Unidos ofereçam, em termos políticos e econômicos.  Paulo Guedes abriu a porteira, convidando os investimentos americanos a desembarcar no Brasil. Araujo já tinha passado a "luva de pelica", liberando o visto de entrada para os gringos virem quando quiserem.  E o presidente manteve o discurso "lixa grossa" para nosso consumo, alinhando postura e retórica ao jeito Trump de ser...  Isso feito por lá, agora é ver se o Congresso brasileiro compra essa ideia e faz a parte que lhe cabe.  Pra ver se entregam recuperação econômica e prosperidade...  Menos que isso não os salva.  Veja os discursos AQUI
|Paulo Guedes fez seu discurso em inglês na Câmara de Comércio americana,

segunda-feira, 11 de março de 2019

SHOW DE BOLA! (96)

O Eduardo Bueno é meio refutado pelos historiadores acadêmicos, por popularizar a história brasileira com uma pitada de irreverência, outra de estrelismo, deixando a coisa, no mínimo, gostosa de ler (seus livros venderam muito) ou, no caso, ver (descobri suas vídeo-aulas no canal fechado Woohoo, que coisa!).  Pra quem anda triste com o nível do nosso 1º mandatário, clamando por estadista para dar jeito na encrenca, Bueno não nos anima muito: para ele, nos seus quase 200 anos de vida,  o país teve um único estadista legítimo no comando.  E não é o atual, claro!  Descubra quem foi AQUI, nesses 15 minutos de uma vídeo-aula deliciosa...
Adicionar legenda

quarta-feira, 6 de março de 2019

LANCES URBANOS (37)

Babei ao avistar da rua o salão de festas em um prédio da rua Pedroso Alvarenga. Uma não modesta biblioteca à disposição dos moradores. Que vontade de pedir ao porteiro acesso para dar uma navegada por aquelas estantes cheias de livros e coleções... Seriam momentos de grande excitação e dúvida: por quanto tempo vai resistir esse salão de festas ilustrado, cheio de conhecimento, no Itaim?  Vou tentar monitorar isso...

sexta-feira, 1 de março de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (9)

Todas as tragédias brasileiras têm uma causa objetiva: a esculhambação da escola pública nos últimos 40 anos.  Por isso não dá pra aceitar quando, esperanças renovadas, vem um ministro da Educação com o foco errado, colocando o que é menos importante na frente dos bois. Não é assim que o Brasil vai sair do atoleiro.  Peguei leve, mas o Eugênio Bucci chutou na canela, em texto AQUI.
Ministro da Educação Ricardo Vélez Rodríguez
(foto: Guilherme Batista/ RICTV, in pr.ricmais.com.br)
 
  

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

SHOW DE BOLA! (95)

Em 2015 Cássio já constava da minha seleção corintiana de todos os tempos (confira AQUI)... E ontem, em um dia especial, ele confirmou o status, pegando dois pênaltis e classificando o alvinegro... Dia especial porque atingia 395 partidas pelo time.  Ou seja, no fim de semana ele já vai superar Gilmar dos Santos Neves, passando a ser o 2º a mais vestir a camisa 1 corintiana.  Agora é buscar o 1º posto nesse fundamental quesito.   Bem, faltam exatas 207 partidas pra alcançar outro mito, Ronaldo Giovanelli. Considerando que ele jogue 50 partidas por ano, em 2023 chega lá.  Hoje está com 31 anos.  Terá 35 anos então, o que, para um goleiro, é idade muito viável.  Mais complicado é resistir à grana chinesa...  Mas acho que ele fica, afinal Cássio Ramos, esse gaúcho de 1,96 m, já é patrimônio alvinegro...  É patrimônio, não sai!
Cássio garante o Timão na Argentina.
(foto: Daniel Augusto/ Agência Corinthians, in alagoas24h.com.br)

sábado, 23 de fevereiro de 2019

NÃO É POR AÍ... (82)

O porquê de eu ser contra a desativação do Minhocão, na cartinha do Estadão de hoje...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

SHOW DE BOLA! (94)

Nós brasileiros não estamos acostumados com recuperar o que nos foi roubado.  Então vamos comemorar:  com o fim do horário de Verão, ver de volta a hora furtada!
imagem: pinterest.ie

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

LANCES URBANOS (36)

Tecnicamente estamos no meio do Verão, o que não faz causar surpresa as temperaturas saáricas em Sampa (outro dia deu quase 37º!).  Surpresa é essa garoinha gostosa que dá agora, 13h30, nas bandas da Vila Mariana, deixando o Ibirapuera aqui da varanda com cara de Outono...   Pra trabalhar é ótimo! (Em casa, diga-se.  Na rua - eu que entro e saio do carro umas 20 vezes por dia - complica...).  Enjoy the drizzle!


sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (8)

Quando reclamei que nada tinha sido feito em 30 dias, alguém disse que eu deveria aguardar "o tempo de praxe de 100 dias..."  Falei tudo bem.  Mas depois li em algum lugar que o governo já estava completando 100 dias...  porque foi eleito em 28 de Outubro!  Achei sensato. Tiveram dois meses plenos até a posse pra treinar e esquentar!  Até porque o governo anterior estava caindo aos pedaços e liberou o campo pra treinos. Assim quando o jogo começou tinham que entrar tinindo, na ponta dos cascos!   E agora já têm 30 dias de bola rolando, ou melhor, nessa outra contabilidade o governo já tem 97 dias rodados!  Os 100 dias vão bater exatamente com a 2ª-feira, primeiro dia de funcionamento do novo Congresso do país. É a hora de verdade. Vamos falar sério: vão entrar rasgando no Congresso ou vão ficar embromando, felizes com seus cargos & salários?
Imagem: youtube.com

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (7)

Sobre a tragédia de Brumadinho, a cartinha no Estadão impresso de hoje sintetiza minha visão e minha expectativa:

domingo, 27 de janeiro de 2019

SHOW DE BOLA! (93)

Um dia vou conhecer Maceió, só para respirar os ares e maresias que engendraram, há 70 anos, Djavan.  Não tenho dúvidas que, apesar dos arranha-céus, do entupimento de carros e das ondas tecnológicas, um pingo daquela magia ainda encontrarei na capital alagoana, sou pesquisador, saberei buscar...  O meu maior poeta da MPB, sei disso quando ouço Topázio (AQUI), obra inspirada nas estrelas e nas profundezas do ser... e toda vez choro de rolar lágrimas, como agora há pouco...   Parabéns Djavan!
O sempre jovem e genial Djavan
(foto imagens.us/musicos)

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (6)

Confesso que atrasei o almoço para assistir à coletiva de imprensa do presidente e seus primeiros ministros Guedes e Moro...   Atrasei um pouco mais agora, pra postar essa indignação com o cancelamento da coletiva (AQUI), feito 17 minutos depois do horário programado para o seu início, Já ontem, o discurso do presidente em Davos foi uma carta de intenções superficial. Pra quem desde o primeiro dia aguarda ansioso por uma postura forte, indicando com firmeza o Norte a seguir, o discurso e o cancelamento sinalizam um estado geral de fraqueza.  A última esperança é que tudo esteja sendo planejado para "funcionar" a partir de 1º de Fevereiro, com a posse das casas legislativas em Brasília, e a imediata (não pode tardar um dia!) entrega dos projetos de lei do Executivo, para serem analisados e votados com a urgência que a população exige.  É minha última esperança, eu que esperava mais ação e menos moderação do tal capitão que veio "pra mudar tudo"...  Haja paciência!
Coletiva anunciada, preparada e... cancelada!  
(foto: Luciana Coelho/ FolhaPress)


quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (5)

Não sei se saiu na Folha de S. Paulo também, mas taí, saiu no Estadão de hoje, reforçando a postagem anterior...  Os da minha geração sabem como é gostoso ver uma cartinha (mandada por email, é verdade) sendo publicada em um jornal impresso de destaque. Enquanto existirem jornais impressos, sou fã deles...
No Estadão impresso de hoje, 17/01/19

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (4)

Violência a ser combatida, pra mim,  são os 12 milhões de desempregados, os estudantes que se evadem em massa do Ensino Médio, as pessoas que têm tratamento desumano nos hospitais públicos.  Mas o novo governo deu prioridade a flexibilizar o uso de armas. Isso pra mim é foco errado. Continuo esperando por ações onde estão os verdadeiros problemas do país.
foto: reportermaceio.com.br

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

LIXA GROSSA & CIA LTDA (3)

Eu apostava em um pacote econômico de cara, ou pelo menos alguma ação efetiva de imediato, afinal se a coisa estava horrorosa quanto diziam (e estava e está), havia espaço e necessidade para uma medida urgente, pra mostrar força e a que veio, com o poder das urnas. Mas qual! Uma semana de governo, e até agora, nádegas.  Ah, vai ver que a estratégia é esperar a nomeação da presidência da Câmara e do Senado, no famoso método "embromation"...   Entendi...  Pra que pressa?  Brasileiro gosta de nádegas, e tem uma paciência infinita né?   Ou será que não?. 
foto: Google/ diariopaulista.com

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

SAUDADES... (23)

Só hoje soube que Miúcha partiu, no finzinho de 2018...  Não sei direito do que gostava mais nela, se da voz macia porém de mulher madura, ou se do sorriso infinito... No tempo que ouvia no radinho de pilha sob o travesseiro Maninha, e João e Maria, de Chico, na voz da irmã, viajava longe...   Ouça essas músicas AQUI e entenda...
Miúcha (1937 - 2018)
foto: Dedoc/reprodução, in veja.abril.com.br

terça-feira, 25 de dezembro de 2018

LIXA GROSSA E CIA LTDA (2)

Que boas festas que nada!  Nada de champanhe! Só posso desejar à equipe do superministério da Economia que neste dia 25 e nos próximos dias estejam mergulhados em muito trabalho.  Como disse na cartinha abaixo, publicada hoje, o sucesso não vai cair do céu, mas a tempestade vai, se não derem jeito na bagaça...  A bola tá com eles e é bom abrirem o placar logo!
Seção de cartas do Estadão (25/12/18)

domingo, 23 de dezembro de 2018

LIXA GROSSA & CIA LTDA (1)

Encerro a sessão Em Busca do Fio da Meada, porque o fio foi encontrado.  Um tiquinho dele.  Tem ainda todo o novelo pra desenrolar, mas a pontinha foi encontrada.  Bem, eu iria por outra ponta, mas isso é página virada.  Agora, o mínimo que eu exijo do próximo governo é coerência.  Preto no branco, ou branco no preto, tem que ser fiel ao discurso.  Fiel às caras e bicos dos principais protagonistas eleitos...  Sei que  não são lá caras e bicos muito aprazíveis, mas, que sejam assim, grossos e objetivos, para manter a coerência.   Um pessoal que não tem muitas delicadezas nem muita intimidade com o debate saudável. Vão mais na linha do denominador comum primário, dos consensos tocos, dos chavões evangélicos e...  pau na máquina!   Nem pior nem melhor do que estava antes. Só que muito diferente.  Prepara a pele (e a cabeça, e o estômago), acho que vem um período de lixa grossa pela frente.  
Prepara a pele pra lixa grossa!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

NÃO É POR AÍ... (81)

Maluf, Pitta, foram terríveis.  Mas não sei se outro ano, dos meus 55 vividos aqui, foi pior para São Paulo do que este 2018.  A cidade foi literalmente abandonada por quem fez - historicamente - a proposta mais arrojada de mudança.  É como se Bolsonaro abandonasse o barco para Mourão tocar o Brasil no ano que vem.  A mesma coisa.  O prefeito eleito em 2016 com um discurso afinadíssimo de mudança, em menos de um ano e meio largou a cidade para o seu vice, que tem experiência política, mas nenhuma de gestão.  Ficamos na roça.   Nada acontece.  Um exemplo besta?  Éramos subprefeitura. A nova gestão mudou para prefeitura regional.  E agora volta a ser subprefeitura (veja AQUI).  Parece pouco, mas espelha o foco. Na administração, uma enorme de mudança de secretários, interrompendo o trabalho (se é que havia algum...).  Quando a cidade mais precisa de dedicação, não tem.  2018, um ano para a cidade de São Paulo esquecer. 
Prédio da prefeitura paulistana.  Atrás o prédio da Secretaria Mun. da Fazenda
(foto: guia.folha.uol.com.br)

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

SHOW DE BOLA! (92)

Aviso aos caçadores de livros com 50% de desconto: duas feiras fazem a alegria dos leitores... e a preocupação das livrarias...  Nesse cabo de guerra na questão do livro, cada um se defende como pode:  as editoras correm para vender seus estoques, organizando feiras-relâmpago, como essas:  a 2ª Feira de Livros da Cultura, organizada pela Secretaria Mun. de Cultura, com dois endereços:  Galeria Olido e Praça das Artes, pertinho uma da outra, ambas na av. São João 281 e 473, respectivamente.  E a 1ª Feira de Livros Imprensa Oficial, na sede da empresa na rua da Mooca 1833.  Na 1ª, muitas editoras.  Na 2ª, cinco editoras universitárias, como ótimos títulos e descontos verdadeiros.  Mas só até amanhã, dia 15. 
Galeria Olido, livros pela metade do preço.