domingo, 24 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (20)

O eletricista que faz serviços aqui em casa ganhou neném neste mês, uma menina.  Nome escolhido: Maitê.  Fiquei sem jeito de perguntar se era referência à atriz...   Se for, tá bem escolhido.  Poucas mulheres tiveram (têm) uma vida tão gangorra, tão montanha-russa maluca, quanto essa sessentona fresca (fez 60 outro dia).  Ou melhor, muitas tiveram (têm), mas pouquíssimas são tão explícitas, tão abertas, quanto Maitê Proença, seja na sua autobiografia Uma Vida Inventada, seja, por exemplo, nessa crônica no Estadão, AQUI.  Cronista da Copa, ela se abriu inteira no texto!  Como escreve! Linda em vários sentidos...
Aquariana Maitê Proença (foto in gente.ig.com.br)

sábado, 23 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (19)

Fagner titular na lateral direita me fez lembrar da minha primeira Copa, Alemanha 1974.  Nosso lateral direito então era ninguém menos que Zé Maria, o Super-Zé,  titular da minha seleção corintiana de todos os tempos.  Foi dele a jogadaça que gerou o gol de Jairzinho, na virada contra a Argentina.  Os tempos são muito outros, 44 anos depois, nunca que Fagner vai jogar 595 jogos pelo Timão, nem ficar 13 anos no Parque São Jorge, mas é sempre bom ter um corintiano na seleção canarinho.  Zé Maria foi Tri no México.  Que Fagner seja Hexa na Rússia!
Fagner, corintiano titular contra a Costa Rica, na Rússia. (foto: Getty, in goal.com)

sexta-feira, 22 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (18)

Me perguntaram qual o jogo mais fraco, mais "chulé", até agora...  Até parece que vi todos!  Vi alguns.  Acho que nem metade...  Tento ter um critério futibolístico e outro critério livre, para agendar os jogos de interesse...   Umas seleções têm futebol forte, interessam. Outras têm um charme qualquer que me agrada, tento ver. Outros jogos parecem ter um apelo histórico-cultural interessante...  Não deu pra assistir, mas eu bem que gostaria de ter visto Nigéria e Islândia.  Em termos étnicos, talvez o jogo mais antitético de todos.  O "Gigante da África" contra a "Terra do Gelo" (definições do Wikipedia). Um país de 175.000.000 de habitantes contra um país de 350.000 habitantes.  Temperaturas, paisagens, cores, nomes, tudo tão discrepante...  Culturas tão distintas... Curto Copa muito também por isso. Que jogo bonito deve ter sido! 
Iheanacho e Gunnarson disputam a bola... (foto: Jorge Silva/ Reuters, in esporte.uol.com.br)

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (17)

Em 12 Copas que assisti/assisto com atenção, nunca tinha visto isso: um jogador com essa cara tão alienada durante a execução der um hino...  O que há com o Messi?  Que peso ele carrega? O que o preocupa? Aliás, quem é o Messi?  O cara fez golaços que eu tenho na memória, mas... ele é muito estranho!
O que ía na cabeça do Messi ontem? (imagem: Fox Sports, in otempo.com.br)

quinta-feira, 21 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (16)

Argentina e Croácia jogam nesse instante, os croatas acabam de marcar,  Messi está apagado, não sei se os portenhos vão conseguir virar, o que sei é que amanhã, 22/06, se completam 32 anos da partida histórica Argentina e Inglaterra, quando Maradona orquestrou a disparada rumo ao título da Copa do México 1986, com dois gols antológicos.  Assisti 30 minutos dessa partida outro dia, nos jogos clássicos da ESPN, exibida na íntegra.  O futebol era literalmente outro.  O campo parecia maior, a bola mais pesada, os jogadores menos atléticos, tudo isso resultando em duas coisas objetivas:  o jogo era muito mais lento, e o craque tinha muito mais espaço pra exibir sua arte... Maradona que o diga...
Maradona há 32 anos, rumo ao título no México.  (foto: wikipedia)


segunda-feira, 18 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (15)

Neste momento Tunísia e Inglaterra jogam na cidade de Volgogrado. TV lá longe, som baixo, eu aqui pesquisando sobre a cidade russa.  Chamada Stalingrado até 1961 (em homenagem ao ditador soviético, então em alta), Volgogrado é uma cidade de 1 milhão de habitantes, às margens do rio Volga, com intensa atividade industrial e também ambiental, pois próxima de uma grande reserva de proteção. Longe do mar, fica em um corredor que a Rússia faz entre a Ucrânia e o Kasaquistão.  Não é roteiro turístico internacional, deve ser uma Curitiba de lá, mas quem for não perde viagem: foi lá que Hitler começou a perder a 2ª GM, e isso a cidade registra com intensidade.  Perde viagem quem fica de olho na TV vendo os jogos da Copa nesses 3 dias. 2ª-f, 3ª-f e 4ª-f só tem joguinho chocho. Folga pros olhos, folga pra quem não aguenta futebol 24h...
Estátua Pátria Mãe Chama, em Volgogrado. 

domingo, 17 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (14)

Mesmo as estruturas mais competentes às vezes precisam de um chacoalhão pra se ajustar e caminhar para o sucesso.  Tite acumulou méritos tão fortes (a recuperação nas eliminatórias e o bom futebol jogado) que acabou sendo elevado a um patamar de segurança perigoso, tipo "tudo sob controle, estamos preparados, somos favoritos". Menos, sr. Tite!  Se ainda há bobos no futebol, certamente não são os suíços!  O Brasil até que não jogou mal, mas duas coisas me incomodaram muito:  a falta de vibração, de "sangue nos olhos" de alguns jogadores, e...  a peruca do Neymar Jr.!  A 1ª coisa o Tite pode tentar consertar....  Já a 2ª... Chamaram o cara de "calopsita pipoqueira"!  Putz, isso não combina com uma seleção que quer ser campeã do mundo...
Fala sério Neymar Jr!  (foto: Damir Sadoli/ Reuters, in veja.abril.com.br)

sexta-feira, 15 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (13)

Que estranho! Toda torcida no estádio de Sochi estava de camiseta, bem à vontade, enquanto eu assistia à partida aqui com cobertor sobre as pernas, malha e esquentando as mãos nos sovacos...  Mas valeu ter reservado duas horas pra assistir bem focado essa partida que entra para a história das Copas, jogo inesquecível, Espanha 3 x Portugal 3.  Quando Cristino Ronaldo fez o seu 3º gol na partida, um tremendo golaço no finzinho de jogo, soltei um puta-que-o-pariu com gosto! Duas vezes! Sensacional!
Cristiano Ronaldo mostrou porque é o melhor do mundo.  (foto: portals1.com.br)




quinta-feira, 14 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (12)

Depois de meses de crescente falação, a bola enfim rolou na 21ª Copa do Mundo.  Rolou e...  decepcionou.  Não consegui ficar da frente da TV durante o 2º tempo, tal a debilidade das duas equipes.  A Rússia joga um futebol tosco, feijão com arroz sem tempero... E a Arábia então, conseguiu ser 5 vezes pior!  Não sou adepto de teorias da conspiração, mas nunca se sabe o que combinaram o príncipe herdeiro saudita bin Salman e o premier russo Putin, intermediados pelo presidente da FIFA Infantino, porque o resultado (5 a 0) não poderia ser mais favorável à pátria anfitriã...
Diálogo produtivo no camarote do estádio Luzhiniki...  (foto: esportefera.com.br)

quarta-feira, 13 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (11)

Hoje o Brittadeira completa 5 anos, portanto já estava no ar na Copa Brasil 2014.  A 1ª postagem de então está AQUI, com pitacos das Copas mais curtida desde 1974.   O amadurecimento me trouxe a esse momento em que quero assistir aos jogos pelo simples prazer de ver um futebol bem jogado (ou não), os golaços, os grandes goleiros, deixar um pequeno saldo cultural sobre o que é a Rússia (e um ou outro país participante), e mais nada...
Seleção canarinho na Alemanha 1974, minha primeira Copa.
ET.: agradecimento especial ao amigo Jorge Ifraim, que me incentivou muito a abrir essa singela página, lá em 2013 

terça-feira, 12 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (10)

Um resort 5 estrelas à beira-Mar Negro vai hospedar a seleção canarinho, o que me faz lembrar da última Copa, quando a CBF apresentou as novas instalações da Granja Comari, em Teresópolis, base da seleção em 2014. Fiquei bestificado com o luxo das suítes individuais que os jogadores teriam...  Pois na minha cabeça estava a imagem de dois jogadores dividindo um quarto - como era praxe até pelo menos 1998, quando Ronaldo teve aquela síncope e foi socorrido pelo colega de quarto Roberto Carlos...  Em 2014 eu fiquei bobo com o luxo, com o tamanho da cama de casal e etc, em cada quarto... Mordomia tamanha que, quem sabe, tenha contribuído para não dar a liga para o grupo, levando ao 1 a 7...  Agora, em Sochi, novamente suítes individuais cheias de "luxo e privacidade"  (AQUI). Fica de olho Tite! Eu confio em você pra não deixar a "mordomia" subir à cabeça dos atletas...
Swissotel Kamelia, casa da seleção em Sochi.  (foto: Eduardo Nicolau/Estadão)

segunda-feira, 11 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (9)

Muito além do modismo ou da contaminação pela avalanche de propaganda, gostar de Copa é sobretudo gostar de futebol.  A oportunidade de ver os melhores jogadores do mundo, em circunstâncias perfeitas de pressão, temperatura e gramado, enriquecida pelos destaques culturais do pais anfitrião, não é coisa desprezível não...   Claro que tem excessos nas coberturas, nas narrações inflamadas, mas o filtro quem faz é cada um de nós, fiquemos só com o melhor da festa, que é ver o futebol bem jogado, como foi a Copa do Brasil 2014 (e o 7 a 1 foi uma prova disso, diria um alemão...)  Eu curto pacas!  E acho que quem fecha uma rua para pintar o asfalto também gosta de futebol...  Ou gosta mais da festa?
O carro dá meia volta em rua no Parque Peruche...


domingo, 10 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (8)

Escolhido a dedo o último adversário para a seleção antes da Copa...  Dedo do Tite, certamente, que até aqui tem sido impecável, usando de recursos heterodoxos até, como a cromoterapia!  Pois a primeira partida na Rússia é contra a Suíça, cujo uniforme tem as mesmas cores da Áustria!  Assim não vai ter surpresa...  Muito sábio o professor...  3 a 0 fácil, a seleção mostrou coesão, mostrou firmeza.  A sorte está lançada, e se sorte é o encontro da oportunidade com a competência...
Brasil 3 x Áustria 0, bem firme, bem tranquilo.  (foto: Reuters, in infobae.com)

sábado, 9 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (7)

Sochi é a cidade mais ao Sul das 11 que sediarão a Copa, portanto é a mais quente entre elas...  O Inverno não é tão dramático e o Verão, que se aproxima, permite banhos de Sol agradáveis à beira do Mar Negro (AQUI)...  O dia clareia às 4h, e só escurece às 22h, ou seja, aproveitamento total para os turistas que ficarão perto da base de treinamento da seleção canarinho.  Isso e mais algumas coisinhas foram contadas pelos repórteres do Estadão, que estão desafiados a fazer matérias diárias.  O fuso de 6 horas deve desgastar as centenas de jornalistas e profissionais brasileiros remetidos à Rússia. Mas acho que isso não justifica o erro na edição impressa:  "Como o sol sai sedo, mesmo quem levanta por volta das 7h encontra um dia com bastante claridade e calor...".  Que gafe!  Não funcionou o revisor eletrônico?...
Balneário de Sochi, ao Sul da Rússia.  (foto: tuchmanbeachesguide.com)

sexta-feira, 8 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (6)

Se você não vai à Rússia pelos canais de TV e rádio para ver a Copa, a Rússia veio a você e fica até 29/07, com a mostra fotográfica O Último Império. São cerca de 70 fotos muito belas do Oiapoque ao Chuí, quer dizer, de Kaliningrado a Kamshkaya, desse excêntrico país.  Fotos de Serguei Maksimishin.  A mostra está na Caixa Cultural, na antiga agência central da Caixa na praça da Sé.  Fui e recomendo.  E também vou ao país anfitrião da Copa, como faço pontualmente a cada 4 anos, de olho na telinha, desde 1974.
Fotos mostram a Rússia na Caixa Cultural. 

quinta-feira, 7 de junho de 2018

A COPA OCUPA A RÚSSIA! (5)

A uma semana da Copa, o Estadão mexe em vespeiro capaz de gerar nova guerra fria em países do Leste Europeu, em plena Zona Leste paulistana...  Matéria do jornal (AQUI) tratou a Vila Zelina como "Rússia paulista".  Complicado!  Faz 5 anos deu a maior encrenca, quando quiseram deixar os orelhões do bairro com aparência de "matrioskas", aquelas adoráveis bonequinhas russas: a comunidade lituana chiou forte!  (AQUI).  Ao que parece, entre todas as etnias do Leste Europeu, na Vila Zelina a presença mais forte é mesmo de oriundos da Lituânia.  E a encrenca entre russos e lituanos vem de longe, dos tempos da antiga União Soviética...   A igreja São José de Vila Zelina foi fundada pelos lituanos...  A matéria do Estadão diz que tem uns 10 mil descendentes de russos no bairro...  Pra quem quiser conferir de perto a questão, dia 24/06, em meio à Copa, tem a Feira Cultural Leste Européia de São Paulo (AQUI).  Felizmente a Rússia não joga nesse Domingão...
Igreja São José de Vila Zelina (foto: spcuriosos.uol.com,br)

terça-feira, 5 de junho de 2018

NÃO É POR AÍ... (76)

Dou com esse exemplo de desperdício de água, em pleno Dia Mundial do Meio Ambiente.  No Brooklin, esquina da rua Arizona com av. Luiz Carlos Berrini, a água cristalina saía por um pequeno orifício na sarjeta, e imediatamente entrava nas duas bocas de lobo.  O destino dessas águas:  cair no rio Pinheiro a menos de 400 metros dali.  Esse é um exemplo simbólico do ciclo de desperdício de água na cidade.  Logo depois do Maio mais seco dos últimos 18 anos! (AQUI). 


segunda-feira, 4 de junho de 2018

EM BUSCA DO FIO DA MEADA... (3)

Para os que hesitam na bifurcação, em dúvida sobre qual caminho seguir, recomendo esse lúcido e detalhado artigo de sociólogo Sergio Fausto (AQUI), alertando sobre os riscos de aventureiros assumirem o comando do Brasil, pois, como ele diz: "não temos outro país para chamar de nosso".
Outdoor de campanha antecipada da Bahia...  (foto: katyta.blog.br)

sexta-feira, 1 de junho de 2018

INDIGNAÇÃO! (35)

Um mês após o edifício Wilton Paes ter desabado sob o fogo e sob a negligência pública, mais de 100 famílias permanecem acampadas no Largo do Paissandu (AQUI), numa demonstração de que nada é capaz de fazer o poder público agir...  As fotos abaixo mostram um pouco da  história da esquina da Rio Branco com o Paissandu.  Havia um prédio ali nos anos 1920.  Nos anos 1950 ele havia sido demolido, e a última foto, dos anos 1980, mostra o Wilton Paes em toda a beleza de seus vidros verdes, que se foram para sempre...   E agora, o que será?
Fotos conseguidas no grupo AMO SP do Facebook

terça-feira, 29 de maio de 2018

NÃO É POR AÍ... (75)

A hora é de ação, antes que o efeito dominó resulte em uma desestabilização social sem precedentes!  A vida nas grande cidade é mantida de forma muito delicada, são multidões que dependem de tudo para viver, pois não tem acesso a nenhum meio de sobrevivência que não venha através de compra e venda e negócios!   Se essa corrente romper, o sistema desanda, a barbárie impera e a vida corre risco!  A hora é de ação antes que o sistema desande!
foto: luizarmandocosta.com.br